Full width home advertisement

ALAGOINHAS

POLÍTICA

Post Page Advertisement [Top]

Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo

Caos na capital levou a cancelamento de aulas e suspensão do rodízio
Chuva na região central de São Paulo.
Foto Reprodução



As fortes chuvas que atingem São Paulo desde ontem (9) resultaram 7,6 mil chamados ao Corpo de Bombeiros desde a meia-noite de domingo (9) até as 16h30 desta segunda-feira (10) na capital paulista e região metropolitana de São Paulo.

Dentre o total de chamados, foram registradas 932 ocorrências de enchentes, 166 de desabamentos ou desmoronamentos e 182 de quedas de árvores. A orientação é não enfrentar as enchentes e, em caso de necessidade, acionar os Bombeiros por meio do telefone 193.

Até a tarde de hoje, foram quatro resgates, três deslocamentos para hemodiálises, um apoio em desmoronamento na zona leste da capital e oito voos com o Helicóptero Águia. Em um dos deslocamentos, na manhã desta segunda-feira, o helicóptero pousou em uma das pistas da ponte da Freguesia do Ó e realizou o resgate de uma criança e uma idosa que foram tiradas do trânsito e levadas para o Hospital Samaritano para fazer hemodiálise.
Volume de chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, nesta segunda, 114 milímetros de precipitação na estação do Mirante de Santana, zona norte da capital paulista. É o segundo maior volume de chuva em São Paulo para um mês de fevereiro em 77 anos. De acordo com o Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo, o nível do Rio Pinheiros é o maior dos últimos 15 anos.

Por causa das chuvas, as aulas foram suspensas em 37 escolas da capital e o rodízio de veículos também foi suspenso.



Vídeo de moradora mostra a situação com a chuva:



Por Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário