Full width home advertisement

ALAGOINHAS

POLÍTICA

Post Page Advertisement [Top]

Mais cinco casos de coronavírus em Feira de Santana; um deles é um paulista de passagem pela cidade

Mais cinco casos de coronavírus em Feira de Santana; um deles é um paulista de passagem pela cidade
Foto Reprodução


Quatro novos casos locais e mais um a ser definido qual a cidade de origem, este é o balanço estatístico do coronavírus em Feira de Santana, nesta manhã de terça-feira (31). Agora são 16 os infectados comprovadamente do município e há dois casos em investigação de domicílio. As informações são da Vigilância Epidemiológica Municipal.

Do total de casos confirmados três já foram retestados, e apresentaram resultados negativos, evoluindo para cura, conforme o boletim divulgado ontem (30) pela Secretaria Municipal de saúde.



Dos quatro diagnosticados vinculados a esta cidade, três deles fazem parte da lista de contatos do jovem de 29 anos de idade recém-chegado de São Paulo (ele retornou no dia 24 deste mês): a mãe dele, de 57 anos, e o pai, de 63, além de uma mulher sem grau de parentesco com ele, de 30 anos de idade.

O quarto diagnóstico positivo para Covid-19 nesta manhã é de uma mulher, 49 anos, que manteve contato com uma médica infectada, residente em Salvador, mas plantonista no Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher). Os resultados dos exames foram liberados pela Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen).

Casos sem definições

Já o caso ainda sem definição de origem trata-se de um homem de 31 anos de idade, morador do município de Sertãozinho, no interior de São Paulo, mas de passagem por Feira. A equipe da Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana já está acionando o Núcleo Regional de Saúde Centro Leste para comunicar aquela cidade. No momento ele ainda se encontra em Feira de Santana.

Um segundo caso de investigação de domicílio, divulgado ontem, é referente a uma mulher de 26 anos de idade, recém-chegada de Salvador a Feira de Santana. Ela tem apenas 13 dias residindo em Feira e, pelo que se apurou inicialmente, já veio infectada da capital baiana. As secretarias de Saúde da Bahia e do Município ainda vão definir sobre qual cidade incluirá esses registros em estatística.

Todos esses pacientes se mantém em condições estáveis de saude e em isolamento domiciliar. A Vigilância Epidemiológica está buscando as informações para monitorar as pessoas com quem os novos infectados tiveram contato ultimamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário