Full width home advertisement

ALAGOINHAS

POLÍTICA

Post Page Advertisement [Top]

Agentes de Endemias de Alagoinhas estão sem trabalhar por falta de EPI'S

Riscos da ploriferação da dengue, zica e chikungunya por falta de epi's para os agentes em Alagoinhas

Foto Arquivo Apito Notícias


Segundo a fonte que informa ao Apito Notícias, à prefeitura de Alagoinhas não disponibilizou equipamentos de proteção individual, para os agentes de Endemias atuarem durante este periodo de pandemia no combate as arboviroses transmitida pelo mosquito da dengue o aedes aegypti.

Seguindo as recomendações do ministério da saúde, os Agentes de combate as endemias devem estar em campo, fazendo as visitas domiciliares com algumas adequações do processo de trabalho.
Considerando a portaria do Ministério da Saúde devido ao Covid- 19 e a nota informativa  de 08/2020 CGARB/DEIDT/SVS/MS que recomenda adequação das ações de vigilância e controle de  zoonoses frente atual situação epidemiológica da doença pelo novo Covid- 19 (a diretoria de vigilância epidemiológica do estado da Ba - DIVEP/ SUVISA/ SESAB, orienta o emprego das meditas para adequação do processo de trabalho dos agentes de combate a endemias durante a vigência da ESPIN.

Conclusão:

Por falta dos equipamentos de proteção individual com enfrentamento ao coronavírus a máscara, luva e alcool em gel, que deveriam ser entregues, pela secretaria de saúde aos agentes de combates as endemias (ACEs), para eles estarem no campo desenvolvendo suas atividades. 

Desde o dia 20 de março os agentes estão parados e apenas equipe de bloqueio fazendo algumas ações em locais de casos suspeitos de dengue.

Os mesmos correm o risco de serem penalizados pelo prefeito Joaquim Neto por não estarem no campo trabalhando, sendo este arbitrário por não atender as medidas preconizadas pelos orgãos de saúde.

Sendo que os agentes de endemias, fazem parte de um programa do governo federal ao qual precisam estar alinhados as normativas e portarias dos orgãos federais e estaduais de saúde.




Val Andrade 
Repórter em ação!
#Souasuavoz

Nenhum comentário:

Postar um comentário